publicidade
Mapa do Site Anuncie sua empresa Anucie sua oferta Cadastre-se
Sucata de Metais Ferrosos Sucata de Metais Não-Ferrosos Sucata de Plástico Sucata de Papel e Papelão Sucata de Eletrônicos Sucata em Geral
em noticias site todo
07/11/2011 - 16:51 - Por: Celulose Online

SPP-KSR atinge posição de maior distribuidora de papéis da América do Sul

Integração de dois modelos de negócios distintos aconteceu em 47 dias úteis

Após a integração de suas operações, a SPP-KSR consolidou-se como a maior distribuidora de papéis e produtos gráficos da América do Sul. Segundo a assessoria de imprensa da empresa, “a operação garantiu maior presença da Suzano Papel e Celulose em diferentes regiões do Brasil, o que fortalece o canal e beneficia diretamente os seus clientes”, diz comunicado.
Concluído em apenas 47 dias úteis, o processo de integração marcou a aquisição da KSR pela Suzano, ocorrida em março deste ano por R$ 50 milhões, e deu origem a uma distribuidora com 24 filiais, cerca de 20 mil clientes em carteira e potencial de atender um universo de 50 mil, considerando gráficas, papelarias, distribuidoras e clientes do mercado corporativo.
“Entre as principais sinergias dos negócios estão a maior abrangência do raio de atuação, que expandiu o atendimento nos mercados do Nordeste e Centro-Oeste; uma cesta de produtos mais completa, que agora inclui insumos gráficos e papel jornal, entre outros; e maior proximidade com as gráficas de pequeno porte”, explica a empresa em nota.
Com 400 colaboradores, a SPP-KSR já atendeu mais de 15 mil clientes ao longo deste ano, superando a marca de atendimentos de 2010, quando as empresas operavam de forma independente.
Segundo Fabio Almeida, gerente-geral de Distribuição da SPP-KSR, o processo de integração preservou o que havia de melhor nas duas empresas, que tinham modelos de negócios absolutamente distintos. “Enquanto a SPP-Nemo optou por um modelo mais centralizado, a KSR atuava de forma mais pulverizada”, diz.
Antes da aquisição, a SPP-Nemo contava com 9 filiais e a KSR, com 19 unidades. “Onde há sobreposição, estamos integrando as filiais em uma única operação. Já fizemos esta operação em quatro localidades e hoje temos 25 filiais com elevados índices de produtividade no atendimento”, conclui.
Para os próximos anos, a empresa prevê a expansão de sua atuação internacional na América Latina com operações próprias. Hoje, a Suzano já detém a Stenfar na Argentina.