publicidade
Mapa do Site Anuncie sua empresa Anucie sua oferta Cadastre-se
Sucata de Metais Ferrosos Sucata de Metais Não-Ferrosos Sucata de Plástico Sucata de Papel e Papelão Sucata de Eletrônicos Sucata em Geral
em noticias site todo
27/10/2011 - 16:23 - Por: pelanatureza.pt

Lâmpada de papel promete ajudar na preservação do ambiente

Além de minimizar o uso de materiais metálicos e de vidro, a escolha pelo papel ainda colaboraria com o movimento de reciclagem vigente

Pensando em revolucionar a maneira como lâmpadas são usadas há séculos, o designer Tien-Ho Hsu apresentou durante o concurso de otimização de energia e iluminação Lite-On Award 2011 uma proposta interessante. Sua premiada Eco Light é uma lâmpada com o mesmo formato das tradicionais, compostas por bulbo de vidro e filamento de tungstênio. Exceto pelo visual que remete às outrora quentes maravilhas incandescentes, a Eco Light possui um pé na modernidade ao propor a substituição dessas matérias primas por papel.

Por mais incompatível que aparente ser a coexistência entre papel e calor, Tien-Ho Hsu demonstrou que a Eco Light é viável em inúmeros aspectos. Além de minimizar o uso de materiais metálicos e de vidro, a escolha pelo papel ainda colaboraria com o movimento de reciclagem vigente.

Como se isso já não fosse suficientemente grande, o designer ainda advoga que tanto o visual da embalagem da Eco Light quanto a sua forma de armazenamento e exposição em lojas facilitaria o transporte. Além disso, o design facilitaria a identificação pelo consumidor e daria um bom especto às seções de lojas em que elas estariam dispostas.

De acordo com o conceito, o uso é bastante simples: bastaria “reabastecer” a base metálica da Eco Light com seu bulbo em papel, com a simples inserção desses à peça, através do uso de conectores de energia. Ao fim da vida útil do produto, a porção em celulose poderia ser deitada fora em qualquer lixo específico para este material.