publicidade
Mapa do Site Anuncie sua empresa Anucie sua oferta Cadastre-se
Sucata de Metais Ferrosos Sucata de Metais Não-Ferrosos Sucata de Plástico Sucata de Papel e Papelão Sucata de Eletrônicos Sucata em Geral
em artigos site todo

História do Cobre

tubos de cobre.

O cobre foi o primeiro metal extraído e transformado pelo homem, tendo sido o mais importante em tempos mais antigos da história porque, além de estar disponível em grandes quantidades e na época, quase na superfície do solo, era muito apropriado para a fabricação de armas e ferramentas, objetos de arte e adornos. Muito provavelmente o centro original da metalurgia foi no planalto do Irã, onde o cobre era facilmente encontrado. As escavações arqueológicas revelaram que o cobre era conhecido no Brasil desde o início do Neolítico. No final do quarto milênio AC, o cobre atingiu níveis técnicos elevados no Irã, Mesopotâmia e Egito. Desde cerca de 2000 A.C o cobre foi amplamente difundido na Europa, onde a Idade do Bronze começou logo depois e desenvolveram-se diversas e importantes rotas comerciais.

 

A descoberta do processo de obtenção do cobre a partir de seus minérios foi um evento muito importante na história da humanidade: um evento que deu origem à metalurgia e estabeleceu as bases para o desenvolvimento das nossas indústrias de grande porte, não só da indústria do cobre, mas indiretamente, das indústrias de ferro e aço. Na antiguidade os objetos de arte de metal eram feitos por ferreiros, que utilizavam como matéria-prima chapas de cobre, para serem Cobre granuladotrabalhadas  com várias técnicas. Por exemplo, a maneira mais simples de obter uma tigela de cobre consistia em martelar um disco de cobre colocado sobre um bloco de madeira oca para se encaixar no formato do objeto desejado.

 

Com a evolução da metalúrgia, foram desenvolvidos novos metais a partir do cobre, como o bronze, que certamente foi obtido inicialmente pela união acidental de cobre, estanho e minerais dentro dos fornos. O grande sucesso do bronze no mundo antigo era devido a sua excelência para o vazamento do molde. Por este motivo, esta liga, derivada do cobre, foi utilizada pelos artistas da época clássica e depois na Idade Média em obras-primas do Renascimento e Barroco. O cobre continuou a ser usados principalmente para objetos domésticos. As técnicas de trabalho permaneceram quase inalteradas ao longo dos séculos, quando as formas eram continuamente melhoradas para se adequar com a evolução do estilo de vida. As propriedades e descobertas do cobre apreciadas pelos nossos ancestrais, são validas até hoje.