publicidade
Mapa do Site Anuncie sua empresa Anucie sua oferta Cadastre-se
Sucata de Metais Ferrosos Sucata de Metais Não-Ferrosos Sucata de Plástico Sucata de Papel e Papelão Sucata de Eletrônicos Sucata em Geral
em noticias site todo
20/01/2012 - 14:18 - Por: regiaonoroeste.com

Ecotudo recebeu quase 5 milhões de quilos de resíduos

O projeto recebeu aproximadamente 5 milhões de quilos de resíduos domiciliares, entre recicláveis, óleo de cozinha, pneus, animais mortos e outros resíduos volumosos

Votuporanga está dando exemplo para o Brasil na questão da reciclagem e destinação correta do lixo. O Ecotudo, criado pela Prefeitura e Saev Ambiental, tem se fortalecido a cada mês conquistando gradativamente a colaboração dos votuporanguenses.

Balanço divulgado nesta quarta-feira (18/1) pelo superintendente interino da autarquia, Geól. Gustavo Gallo Vilela, informa que num período de quase dois anos de atendimento, o projeto recebeu aproximadamente 5 milhões de quilos de resíduos domiciliares, entre recicláveis, óleo de cozinha, pneus, animais mortos e outros resíduos volumosos.

No Ecotudo Sul (instalado em março de 2010) foram quase 3,9 milhões de quilos. No Ecotudo Norte, em funcionamento há menos tempo, desde agosto de 2011, o total foi de 852 mil quilos. “É importante ressaltar que a colaboração da população tem aumentado a cada mês. No primeiro mês de funcionamento do Ecotudo Sul, a média mensal era de 60 toneladas; e hoje ultrapassa as 500 toneladas, somando os dois pontos. Isso mostra que a consciência do cidadão tem sido despertada para a reciclagem. É um fato muito importante para Votuporanga continuar crescendo em harmonia com o meio ambiente”, destaca.

O recorde de arrecadação dos dois pontos do Ecotudo foi registrado em dezembro de 2011 (veja evolução no gráfico). No primeiro mês de abertura do Ecotudo Norte, foram 145 toneladas de resíduos residenciais enquanto que, em dezembro, este número saltou para 207 toneladas. Na unidade da Zona Sul, foram 242 toneladas.

Por ano, o serviço de coleta comum recolhe 24 milhões de quilos de lixo doméstico produzido em Votuporanga que vão para o Aterro Sanitário de Meridiano, licenciado pela Cetesb. Isso significa que o Ecotudo recebeu 20% do que seria recolhido pela Converd e o equivalente a 70 dias do que seria coletado pelo serviço.

Os resíduos levados pelo morador ao Ecotudo são separados e têm um destino ambientalmente correto e diferente de acordo com o tipo do material.


Destaque

Votuporanga tem se destacado pelo pioneirismo na criação do Ecotudo 24 horas, por ser um local para recebimento de todo o tipo de resíduo domiciliar. O projeto já foi alvo de menção honrosa do Instituto Cempre de São Paulo, recebeu a visita do gerente de exportação da empresa alemã SSI Schaefer, Stephan Weissenbacher. Além disso, é frequentemente citado pela mídia, em diversos veículos, o mais recente foi a Revista Com Ciência Ambiental, editada em São Paulo.


Atendimento do Ecotudo

O Ecotudo é o primeiro ponto de coleta de resíduo domiciliar do Brasil a atender 24 horas recebendo todo tipo de material, desde resíduos sólidos, entulhos de construção, podas de árvores, óleo de cozinha, animais mortos, móveis velhos, roupas, sapatos, lixo eletrônico, TVs, pneus, madeiras, vidros, gesso, e vários outros, alguns deles não recolhidos pelo sistema de coleta comum. Outro diferencial do projeto, é que o atendimento é feito 24 horas, ou seja, o morador pode procurar o local qualquer dia da semana, inclusive aos finais de semana e feriado.

O projeto faz parte da Política Municipal de Gerenciamento de Resíduos Sólidos Urbanos, traçada pela Saev Ambiental para Votuporanga, dentro do plano de governo da administração Junior Marão.

A ideia foi executada pela Saev Ambiental (Superintendência de Água, Esgotos e Meio Ambiente de Votuporanga), com apoio da Prefeitura, como alternativa de descarte 24 horas, principalmente para a população que joga o lixo de forma inadequada nas margens de rodovias, estradas rurais, córregos e terrenos, poluindo o meio ambiente.


Endereços

Na região Norte o endereço é Av. Sete, nº 2440, paralela à Jerônimo Figueira da Costa, no Distrito Industrial I , com placas de sinalização a partir da avenida Emílio Arroio Hernandes. Na região Sul, o Ecotudo fica na antiga Algodoeira Matarazzo - Avenida Conde Francisco Matarazzo, esquina com Avenida Francisco Bueno Baeza (da Coacavo), no Palmeiras I. Mais informações pelo (17) 08007701950, no setor de Meio Ambiente.(Assessoria de Imprensa).