publicidade
Mapa do Site Anuncie sua empresa Anucie sua oferta Cadastre-se
Sucata de Metais Ferrosos Sucata de Metais Não-Ferrosos Sucata de Plástico Sucata de Papel e Papelão Sucata de Eletrônicos Sucata em Geral
em noticias site todo
22/06/2010 - 11:47 - Por: Agência Estado

Brasil vive nova era da siderurgia, diz Lula

Para o presidente, inauguração da Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA) no Rio trará desenvolvimento ao setor


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que a inauguração da Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA), no Rio, na sexta-feira (18), significa um novo período no desenvolvimento do setor no País. No programa semanal de rádio Café com o Presidente que foi ao ar nesta segunda-feira, 21, Lula lembrou também que visitará amanhã (22) as obras da usina siderúrgica Aços Laminados do Pará, em Marabá, no sudeste paraense.

O mundo, de acordo com o presidente, percebeu que o Brasil voltou a crescer forte, que a Petrobrás retomou os investimentos em projetos importantes, que a indústria naval está restaurada e que a automobilística se desenvolve. "Portanto vamos precisar de muito aço, e eu acho que é um novo ciclo de desenvolvimento do setor siderúrgico no Brasil", disse. Lula afirmou que a CSA foi a primeira de uma série de siderúrgicas que se almeja construir no País.

Segundo o presidente, havia mais de 20 anos que o Brasil não erguia um alto-forno e a criação da CSA é "extremamente importante" para o País, com investimento de quase 6 bilhões de euros - mais de R$ 12 bilhões. Lula declarou que a fabricação de 5 milhões de toneladas de aço é somente o início desta usina, da Thyssenkrupp e da Vale.

"É uma siderúrgica altamente moderna, que polui muito pouco e que estará preparada para produzir muito mais do que aquilo que está previsto hoje. Eu fiquei muito feliz porque é um projeto que vimos nascer e que nós participamos da inauguração", comemorou. O presidente citou também os investimentos em Marabá, a pedra fundamental de uma siderúrgica lançada pela Vale em Fortaleza e os estudos para tornar viável uma outra no Espírito Santo.