publicidade
Mapa do Site Anuncie sua empresa Anucie sua oferta Cadastre-se
Sucata de Metais Ferrosos Sucata de Metais Não-Ferrosos Sucata de Plástico Sucata de Papel e Papelão Sucata de Eletrônicos Sucata em Geral
em noticias site todo
22/11/2011 - 17:49 - Por: Terra

HP lança impressora scanner 3D e exalta filial brasileira

Além da novidade, Fernando Lewis, vice presidente do grupo imagem e impressão da HP, falou das tendências de mercado, colocando o Brasil como um dos principais foco da companhia para os próximos anos

Nesta terça-feira (22), em coletiva à imprensa realizada em São Paulo, a HP anunciou sua impressora com scanner 3D, a HP TopShot, prevista para chegar ao mercado brasileiro em dezembro deste ano, por R$ 1.499. Da categoria LaserJet, a impressora tem uma câmera embutida em um braço articulado acima do scanner, conexão Wi-Fi e permite que o usuário imprima sem usar o computador, apenas através da internet. Além da novidade, Fernando Lewis, vice presidente do grupo imagem e impressão da HP, falou das tendências de mercado, colocando o Brasil como um dos principais foco da companhia para os próximos anos, inclusive no que diz respeito ao crescimento em cloud computing.

De acordo com o executivo, o País tem parcela importante no resultado global da empresa divulgado na segunda-feira à noite considerado acima do esperado pelo mercado. A maior companhia de tecnologia em vendas do mundo disse que a receita líquida no seu quarto trimestre fiscal saltou 1%, para US$ 32,3 bilhões, enquanto os analistas previam, em média, receita de US$ 32,05 bilhões, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S. "O Brasil, diferente dos países desenvolvidos, continua a crescer em todas as tendências, em todos os mercados. Tanto que entre os países do Bric (Brasil, Rússia, Índia e China), o maior market share da HP é no Brasil: 65%", ressaltou.

O Brasil, segundo informou o analista do IDC presente no evento, Bruno Freitas, ocupa a quinta posição no mercado mundial de impressão, mas deve chegar ao terceiro lugar em 2015. Conforme ressaltou Lewis, o Brasil e os demais países da América Latina e da Ásia, que representam 40% do mercado mundial, estão contrapondo os Estados Unidos e Europa, responsáveis por outros 40% do mercado global, o que ajuda a explicar o resultado da HP divulgado recentemente. A filial brasileira de acordo com executivo ocupa uma posição de destaque dentro da HP, confortável, que recebe muitos investimentos como a última fábrica anunciada, de toners.

Na opinião do executivo, a impressão continua tendo papel vital na vida das pessoas. A impressão, segundo Lewis, não vai terminar, mas migrar de tecnologia, de mercado. "Com a explosão de conteúdo, a mobilidade, a digitalização, os serviços baseados em novos modelos de negócios, como o cloud, a impressão vai continuar crescendo", afirmou em evento realizado no final desta manhã em São Paulo.

 

Cloud Computing
Grande termo do ano, o Cloud Computing não ficou de fora da apresentação da HP, que além de contar com armazenamento na nuvem para as suas impressoras, e a própria tecnologia ePrint, vem investindo em serviços que envolve computação em nuvem para seus clientes. Impressoras HP que fazem uso da nuvem e estão conectadas à internet já somam mais de 10 milhões em todo o mundo.

Para Fernando Lewis, vice-presidente do grupo imagem e impressão da HP, o cloud printing, impressão via nuvem, vem crescendo, não na velocidade que a HP espera, mas mesmo assim, o Brasil está evoluindo tal qual os países desenvolvidos e devem crescer ainda mais. Na sua opinião, a HP tem uma vantagem competitiva nesse sentido pois tem tradição em segurança. Complementando a discussão, o diretor da HP Augusto Cors disse que já existe quase meio milhão de impressoras jato de tina no Brasil com a tecnologia ePrint e que a taxa de uso dos brasileiro da nuvem se equivale a taxa dos norte-americanos.

 

HP TopShot LaserJet Pro M275 e mais
A nova impressora, além do scanner 3D , traz as demais características dos produtos de impressão da HP, como acesso a internet via Wi-Fi, ePrint - tecnologia que permite o usuário imprimir de qualquer lugar do mundo por meio de um endereço de e-mail da impressora - armazenamento na nuvem e acesso à aplicativos sem a necessidade de um computador, como Google Docs, Biz Card - que digitaliza cartões de visita e os adiciona nos contatos - entre muitos outros. Multifuncional, a impressora traz como muitas das últimas criações da HP, o painel touchscreen. O escaneamento funciona através da tecnologia HP TopShot Scanning que captura seis imagens independentes de um documento ou objeto 3D e produz uma única imagem.

A nova série HP Officejet Pro 8600 e Printer, apresentada em São Paulo, imprime documentos profissionais em cores a um custo por página 50% menor que as impressoras a laser. Além disso, os equipamentos são otimizados com novas tintas que resistem às manchas, impressão sem margens em ambos os lados do papel e também soluções na nuvem. Também chegam ao mercado por cerca de R$ 1 mil a Laserjet Pro M175NW e M175A, multifuncionais a laser em cores, mais compactas, voltadas para pequenas tiragens ou pequenos volumes.